GENTE PERDIDA



GENTE PERDIDA
Mafalda Veiga

Eu fui devagarinho

Com medo de falhar

Não fosse esse o caminho certo

Para te encontrar

Fui descobrindo devagar

Cada sorriso teu

Fui aprendendo a procurar

Por entre sonhos meus

Eu fui assim chegando

Sem entender por quê

Já foram tantas vezes tantas

Assim como esta vez

Mas é mais fundo o teu olhar

Mais do que eu sei dizer

É um abrigo pra voltar

Ou um mar para me perder

Lá fora o vento

Nem sempre sabe a liberdade

A gente finge

Mas sabe o que não é verdade

Foge ao vazio

Enquanto brinda, dança e salta

Eu trago-te comigo

E sinto tanto, tanto a tua falta

Eu fui entrando pouco a pouco

Abri a porta e vi

Que havia lume aceso

E um lugar pra mim

Quase me assusta descobrir

Que foi este sabor

Que a vida inteira procurei

Entra a paixão e a dor


UMA CANÇÃO É PRA ISSO





UMA CANÇÃO É PRA ISSO


Skank



uma canção é para aquecer o Sol



no coração de uma pessoa



Pra fazer brilhar como um farol



O som que depois ressoa



Uma canção é pra trazer calor



Deixar a vida mais quente



Pra puxar o fio da paixão



No labirinto da gente



Pra consertar



Pra defender a cidadela



Pra celebrar



Pra reunir bairro cidade litoral tela



Uma canção me veio sem querer



Naquela hora difícil



Joguei-a logo nesse iê iê iê



Por profissão ou por vício



Pra clarear a escuridão



Que o mundo encerra



Pra balançar



Pra reunir o Céu e a Terra



Uma canção é pra fazer o Sol



Nascer de novo



Pra cantar o que nos encantou



Na companhia do povo



Pra consertar



Pra defender a cidadela



Pra celebrar



Pra reunir bairro cidade litoral tela



Uma canção é pra acender o Sol



No coração de uma pessoa



Pra fazer brilhar como um farol



O som que depois ressoa



Pra clarear a escuridão



Que o mundo encerra






POEIRA NO VENTO




POEIRA NO VENTO




Eu fecho os olhos,

Só por um momento e o momento se esvai.

Todos os meus sonhos

Passam-me diante dos olhos, simples curiosidade.

Poeira no vento
Tudo o que são é poeira no vento.

A mesma velha canção
Só uma gota d’água no oceano infinito.
Tudo o que fazemos
Desintegra-se na terra, embora nos recusemos a vê-lo.
Poeira no vento
Tudo o que somos é poeira no vento.

Não fique parado!

Nada dura para sempre, só o céu e a terra.
Tudo se esvai!
Nosso dinheiro não vai comprar outro minuto.
Poeira no vento
Tudo o que somos é poeira no vento

Poeira no vento

Tudo é poeira no vento.

Tudo é poeira no vento.